quarta-feira, 8 de junho de 2011

Copa do Mundo - Qualificação Profissional é tudo

Na segunda feira estive participando da aula inaugural dos cursos de qualificação profissional na área do turismo, que esta sendo oferecido de forma gratuita para a população, em parceria entre a Prefeitura de Belém e a ABRADESA (Associação Brasileira de Desenvolvimento Sustentável da Amazônia). Com a palavra o Secretário de Turismo de Belém, o Sr Wady Khayat, falou da importância, sobre os investimentos e o crescimento do setor turístico não só aqui em nosso estado, mas também falando de todo o Brasil. E foi um incentivo para escrever post de hoje.


Como podemos ver, o setor do turismo vem crescendo bastante ao longo dos anos devido a altos investimentos vindos do poder público e privado para sediar a copa do mundo de 2014. E aproveitando a oportunidade vou falar dos setores que vão precisar de qualificação profissional para a copa de 2014.

Segundo declarações do então ministro do turismo entre os anos de 2008 a 2010, Luiz Barreto, na reunião do Conselho Nacional de Turismo em 2010.

“O setor do turismo vem apresentando resultados positivos nos últimos anos, refletindo os indicadores favoráveis da economia brasileira. Com projeções bastante otimistas e com a convicção de que o Brasil chegará a 2014 preparado para organizar com competência o principal evento esportivo do mundo e receber os visitantes com qualidade”. 

O Brasil espera receber 500 mil turistas estrangeiros na ocasião da Copa do Mundo e movimentar dezenas de milhões de brasileiros pelas cidades-sede, produzindo um impacto direto na atividade turística, gerando empregos e promovendo a sustentabilidade econômica, social e ambiental. Os investimentos em infraestrutura e serviços previstos para Copa do Mundo de 2014 ultrapassam R$ 30 bilhões. Da construção de estádios ao treinamento de voluntariado, passando por temas como reformas de aeroportos, capacidade hoteleira, sistemas de segurança e meios de acesso, dentre outros, espera-se a geração de milhares de empregos e a exposição massiva da imagem do País em âmbito internacional.

O turismo é parte integrante deste contexto, uma vez que é de responsabilidade deste setor receber e cuidar dos visitantes e espectadores, em âmbitos nacional e internacional, que se interessam por este grandioso evento. Os investimentos em infraestrutura turística e serviços visam ao atendimento aos visitantes do evento e à promoção de uma imagem positiva do País, e à criação de bases sustentáveis para o aproveitamento do legado a ser deixado pelo evento.

A qualificação profissional é responsável pelo aprimoramento da parte intangível do turismo. Esta diretriz tem grande importância na impressão que o turista leva do País. A imagem já consagrada do brasileiro como povo hospitaleiro e simpático não deve ser motivo para a negligência da qualificação e aperfeiçoamento dos serviços, pelo contrário, deve ser um objetivo compartilhado por todos: a busca permanente pela excelência em serviços como:

SEGURANÇA
O papel das forças de segurança pública em eventos de grande aglomeração popular, como um dia de jogo da Copa, é importante e indispensável. Os agentes policiais e de ordem acabam por ter interface com o público e com turistas e, por isso, merecem também receber treinamento sobre atendimento noções de idiomas e sensibilização quanto ao turismo.

Da mesma forma, bombeiros e agentes de defesa civil necessitam de treinamento para relacionamento com turistas. Os procedimentos de emergência são prioridade para grandes eventos.

HOTELARIA
A qualificação dos serviços em hotelaria deve ser uma constante. Todos os funcionários dos meios de hospedagem e os aspirantes a tal função devem receber treinamento para exercer sua função com tranquilidade e competência adequadas. O treinamento deve incluir também noções de reação em situações de pânico e conhecimentos sobre os atrativos da cidade.

ALIMENTAÇÃO
Por considerar a alimentação um item diretamente relacionado ao cotidiano do turista, os prestadores deste serviço devem estar cientes sobre os procedimentos de manipulação segura de alimentos e adotá-los, garantindo ao visitante uma experiência positiva.

RECEPTIVO
Para alcançar resultados competitivos, é necessária, além da infraestrutura básica, a existência de serviços que viabilizem a circulação dos turistas pelo destino. A estruturação do turismo receptivo de forma profissional, com oferta de produtos e serviços com qualidade e segurança, é um dos fatores que confere ao turista a satisfação de suas expectativas. Os guias de turismo desempenham um papel importante nesse contexto, pois atuam como interlocutores locais. Um destino competitivo deve ser capaz de oferecer guias bem preparados, devidamente credenciados e fluentes em idiomas.

Não perca esta chance, qualifique-se para o mercado de trabalho, aproveite e faça um dos cursos online na área de turísmo e hotelária do Cursos 24 horas. Com baixo investimento você se qualifica sem sair de casa, cursos a partir de R$ 20 reais sem mensalidades, você receberá o certificado válido em todo território nacional pelos correios.

Seguidores

  © Desempregado Online - Todos os direitos reservados.

Template by Dicas Blogger | Topo